terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

intermezzo XI - baú - meio. o fim da linha ponto eu traços

no começo dos 80, trabalhei na parte visual da criação de um bar espaço cultural dos irmãos paulinho e vanessa brito, o nós todos. nesse espaço realizamos muitas manifestações artísticas, numa cidade até então super carente de espaços pra movimentação cultural. o fim da linha ponto eu traços foi uma coletiva com performances, pintura ao vivo realizada pelos artistas na foto acima, da esquerda pra direita: o 1° na foto é um bicão que entrou na foto só pra estar nela, depois, celso travassos, paulo martinez e eimir magalhães, gilberto de abreu, roberto wagner e...(?) atrás do roberto e do eri, depois o eri gomes e o lilo, descendo voltando paulinho brito, maximino casassanta, pico, zé eduardo e roberto moreno. na mostra também participou o wanderley batista, como bem me lembrou o eri, como vários outros poetas, músicos e artistas plásticos fazendo intervenções e performances por noites e noites e noites adentro. presto homenagem também aos tres artistas presentes na foto que já há algum tempo, não estão mais conosco; o roberto wagner que se foi vitimado por uns acidentes e uma infecção hospitalar no começo dos 90. maximino casassanta, vitimado por um acidente automobilístico no fim dos 90 e o paulo martinez por um câncer, no começo dos anos 2000. roberto, grande parceiro e artista, um dos mais brilhantes da sua geração. max, pintor desenhista e principalmente um dos melhores ceramistas que eu ja ví, e o paulo martinez, exímio desenhista, talvez o melhor realista que já passou por aqui. a foto não me lembro quem a tirou, atrás tem um carimbo gravado: arte fotográfica tel. 332-0448

5 comentários:

jose roberto disse...

poxa gilberto, que beleza...roberto vagner...saudades, e o paulinho tambem, este eu ainda vi muito no bar do helinho la na fafish...foram tempos bons, mas hoje ta bão tambem...eri gomes estevi aqui ontem, e eu porcurando saber dele com vc aquele dia hein...pois ele apareceu...ta joia
um braço

Pico disse...

Caramba, malandro, que foto!
O camarada atrás do Eri é o Rui Izidoro, que era da minha sala na FUMA.
Só que a exposição no Nós Todos foi a "Fundo de Gaveta" e não "Fim da Linha Ponto Eu Traços". Garanto, pois foi a única de que eu participei.

AkelabraçoKerumaKopia.

gilberto de abreu disse...

é verdade, meu caro pico, fundo de gaveta, foi o nome da mostra, que o fim da linha..., foi a gerada, pelo fundo de gaveta, e o fim da linha foi no dce da federal. bem lembrado e bem esclarecido, como pude me esquecer do 'fundo de gaveta. puxe uma cópia dessa mesma, tá em boa definição. abraços
gilberto, e vamos nos ver

gilberto de abreu disse...

bem lembrado pelo paulinho brito; foto: marcelo pinheiro

Zedu disse...

Éééé...Gilberto! "Fundo de Gaveta" foi um momento legal. Ponto de encontro ao lado da Gruta. Algo que surgia depois da repressão dos anos 70. Um pouco da anarquia era preciso, depois de tudo, pra chamar o pessoal a reunir. Vários traços bacanas. Um grande painel de desenhos e poesias foi deixado de presente pro bar. Boa lembrança, cara!
Um abraço,
Zeduardo
http://www.wix.com/zeducezar/zedu#!artistic